A Academia Catarinense de Odontologia irá coordenar a Reunião Paralela das Academias de Odontologia do Brasil, que será realizada junto da 55ª Reunião Anual da ABENO.

O importante evento acontecerá no dia 11 de novembro próximo (11/11/2020), das 9:00 h às 12:00 h, por meio virtual, utilizando o sistema Google Meet, com o link https://meet.google.com/ngjoggornx

 

Programa da reunião paralela das Academias de Odontologia do Brasil
55ª Reunião Anual da ABENO

11/11/2020 das 9:00h às 12:00h, na modalidade virtual

 

Coordenação da reunião
Academia Catarinense de Odontologia

Abertura

Presidente da Academia Catarinense de Odontologia Ac. Jorge dos Passos Corrêa Cobra 

Moderador:   Ac. Daniela Lemos Carcereri

Desenvolvimento da reunião

 

Primeiro Bloco

Palestra motivacional (15 minutos) 

Ministrante: Ac. Mario Groisman, Presidente da Academia Brasileira de Odontologia

Tema: A importância das Academias de Odontologia no fortalecimento da ética e dignidade profissionais.

O Presidente da Academia Brasileira de Odontologia, Ac. Mario Groisman, faz rápidas considerações sobre o movimento de criação das Academias no Brasil, iniciado com a fundação da AcBO.  Após, se aterá ao tema proposto neste programa.

Segundo bloco

Temas de discussão   

a) Ações das Academias nos tempos de normalidade e de pandemia
(relatórios de ações institucionais das Academias presentes abordando o tema)

Cada entidade poderá inscrever-se para, durante 5 minutos, fazer o relato de suas experiências em ações institucionais tanto dentro da rotina de suas atividades em tempos de normalidade como na atual conjuntura que se instalou no país em vista da pandemia. A forma como a entidade se ajustou para manter sua vida acadêmica, como reuniões administrativas e despachos exigidos pela dinâmica da casa.

b) O dinamismo da Academia como agente do progresso da classe
(relatórios de ações institucionais das Academia presentes abordando o tema)

Cada entidade poderá inscrever-se para, durante 5 minutos, fazer relato de suas experiências sobre a forma como atua no contexto de relação com outras entidades que representam a classe odontológica, tais como Conselhos, Sindicatos, Associações, Instituições de ensino, ABENO e outras, visando o progresso da Odontologia no Brasil. Da mesma forma, relatar a eventual interlocução com os poderes constituídos, nas áreas federal e estadual, com foco especial nas legislações de interesse classista.

Terceiro Bloco

Somos apenas história ou podemos fazer história?
Compromisso com o resgate do passado e registro do presente como embasamento para o futuro

I - Palestrante: Ac. Casimiro Martins Filho (10 minutos) 

O mundo mudou nas últimas décadas e muito e, como tal, não poderia ser diferente com as academias; por isso este tópico a ser discutido. Grande maioria das pessoas acredita que as academias são entidades que reúnem pessoas idosas e em rota final de atividades. Este conceito precisa mudar, pois o próprio conceito de velhice já mudou há muito. Velho é o indivíduo que deixou de pensar, deixou de exercitar a sua mente para produzir conhecimento e informações em direção ao bem comum. Isto ocorre em qualquer idade cronológica da vida do ser humano. Existem velhos com 30 anos de idade e jovens com 80, portanto mãos à obra é hora de contribuirmos com nossos conhecimentos e a nossa sabedoria; eis a questão a ser discutida.

II - Discussão do Tema: Cada Academia terá 5 minutos para se manifestar sobre o exposto
 

Quarto bloco

Envolvimento das Academias em políticas públicas e classistas

I - Palestrante:  Ac. Delmo Tavares (10 minutos)

Abordagem deste tema mostrará a importância do envolvimento das academias nas políticas públicas que envolvam interesses da Odontologia e ainda nas políticas classistas, considerando a massa intelectual de que dispõem, em que a maioria dos acadêmicos são profissionais experientes e que já ocuparam cargos e funções tanto em atividades administrativas e docentes,  quanto em diferentes entidades de classe e sociais. Em que medidas estas experiências poderão ser usadas nas discussões desses temas e contribuir para a evolução dessas políticas em benefício da classe e da sociedade como um todo?

II - Discussão do tema: Cada Academia terá 5 minutos para se manifestar sobre o exposto.

Quinto Bloco

Criação de mecanismo de integração das Academias Brasileiras 

Neste bloco serão discutidas propostas para se conseguir a integração das Academias de Odontologia do Brasil e o papel da AcBO nesta integração.

Temos certeza de que a aproximação será benéfica para todas as unidades, criando-se um sinergismo que haverá de despertar aquelas menos atuantes e estimular o crescimento ainda maior das mais operantes.

O tempo de discussão será definido pelo Moderador, com vistas ao tempo que demandará do término da reunião.